Kombuchá x Kefir de Leite: Conheça as diferenças!

Nutrição -

Kombuchá x Kefir de Leite: Conheça as diferenças!

Escrito por Alice Janequine e revisado por Barbara Vaz.


Por trazerem tantos benefícios à nossa saúde, cada vez mais escutamos falar sobre a Kombucha e o Kefir. Ambos são bebidas probióticas que possuem diferentes propriedades que auxiliam na saúde da microbiota intestinal e estão diretamente relacionadas a nossa imunidade e a prevenção de possíveis quadros inflamatórios do organismo. 


Quando pensamos a respeito do consumo da Kombuca e do Kefir, não existe a melhor ou a pior escolha, as bebidas são uma excelente opção para quem procura melhorar a saúde intestinal. O que deve ser levado em consideração é o sabor e a praticidade do consumo.


Porém eles apresentam diferenças em alguns aspectos, que veremos a seguir. Vamos lá!

Sabor 

Ambos possuem sabor mais ácido, porém podem ser adicionados a frutas ou outros alimentos de preferência. Por ser encontrado em chás, a Kombucha possui maior variedade de sabores e a bebida pode ser facilmente encontrada em restaurantes, supermercados e lojas de produtos naturais.

Preparação

O Kefir pode ser feito a partir do leite, da água com açúcar ou do suco de frutas cítricas. Enquanto a Kombucha é feita a partir do chá preto, branco ou verde com açúcar.

Armazenamento

Os grãos do Kefir devem ser colocados dentro de um recipiente de vidro esterilizado e fechado, enquanto a Kombucha deve ser mantida junto com o chá no qual ela veio.

Propriedades nutricionais

As duas opções possuem propriedades benéficas para a saúde intestinal e sistema imunológico. No entanto, a Kombucha, além dos probióticos, também é excelente para a prática de exercícios físicos por possuir cafeína e ser de baixa caloria.

Para veganos

Por ser fermentada em um chá, a Kombucha não possui restrições para o seu consumo, já que a bebida é vegana, sem glúten e lactose.

Conclusão

Não existe a melhor ou a pior alternativa para o consumo, a Kombucha e o Kefir são excelentes bebidas para quem procura melhorar a saúde intestinal, o sistema imunológico e prevenir possíveis infecções

O que deve ser levado em consideração é o sabor e a praticidade do consumo. Uma dica é provar cada uma em diferentes estágios de fermentação e combinações com outros ingredientes para saber qual mais agrada ao seu paladar.


Referências

Arslan, S. (2015). A review: chemical, microbiological and nutritional characteristics of kefir. Journal of Food, 13(3), 340-345. http://dx.doi.org/10.1080/19476337.2014.98158

Chakravorty, S., Bhattacharya, S., Chatzinotas, A., Chakraborty, W., Bhattacharya, D., & Gachhui, R. (2016). Kombucha tea fermentation: Microbial and biochemical dynamics. International Journal of Food Microbiology, 220, 63-72. http://dx.doi.org/10.1016/j.ijfoodmicro.2015.12.015 PMid:26796581.


Jayabalan, R., Malbaša, R. V., Lončar, E. S., Vitas, J. S., & Sathishkumar, M. (2014). A review on kombucha tea: microbiology, composition, fermentation, beneficial effects, toxicity, and tea fungus. Comprehensive Reviews in Food Science and Food Safety, 13(4), 538-550. http://dx.doi.org/10.1111/1541-4337.12073 PMid:33412713.