Chlorella X Spirulina

Chlorella X Spirulina

Chlorella X Spirulina

A chlorella e a spirulina são espécies de algas que vêm ganhando popularidade no mundo dos suplementos, pois são consideradas “superalimentos”, com propriedades que fortalecem o sistema imunológico.

Ambas têm perfis nutricionais potencialmente benéficos para a saúde, como redução dos fatores de risco de doenças cardíacas e melhora do controle do açúcar no sangue e, ainda, possuem propriedades anti inflamatórias.

Este artigo, disponível neste site, analisa as diferenças entre chlorella e spirulina e avalia se uma é mais saudável do que a outra.

Diferenças entre chlorella e spirulina

A chlorella  e a spirulina são os suplementos de algas mais populares do mercado, capazes de melhorar a qualidade de vida dos consumidores e a sensação de bem estar no dia a dia. Ideias para o pós treino de quem pratica esportes ou atividades físicas.

Embora ambos apresentem ácidos nucleicos e, em geral, um perfil nutricional semelhantes, além de benefícios em comum para a saúde, elas possuem diferenças entre si, principalmente em relação a quantidade de cada nutriente disponível em suas composições, com variação entre os níveis de proteínas, carboidratos, gorduras, fibras, minerais e algumas vitamina como a b12.

Em 100 gramas temos:

A chlorella é superior em calorias, omega-3, provitamina A, riboflavina (B2), selênio, vitamina C. Já spirulina possui menos calorias, mas ainda contém uma grande quantidade de riboflavina (B2), tiamina (B1), vitamina E, ferro, fósforo, manganês, iodo. 

A chlorella e a spirulina contêm quantidades semelhantes de gordura, mas o tipo de gordura é muito diferente.

Ambas são particularmente ricas em gorduras poli-insaturadas , especialmente ácidos graxos ômega-3. Os ácidos graxos ômega-3 e ômega-6 são gorduras poli-insaturadas essenciais para o crescimento celular adequado e o funcionamento do cérebro.

Eles são considerados essenciais porque seu corpo é incapaz de produzi-los. Portanto, você deve obtê-los em sua dieta.

A ingestão de gorduras poli-insaturadas foi associada a um menor risco de doenças cardíacas e os ácidos graxos ômega-3, em particular, estão associados a vários benefícios à saúde , incluindo redução da inflamação, melhora da saúde óssea e menor risco de doenças cardíacas e certos tipos de câncer.

No entanto, você precisaria consumir grandes quantidades dessas algas para atender às suas necessidades diárias de ômega-3. As pessoas normalmente consomem apenas pequenas porções.

Ambas as formas de algas contêm vários tipos de gorduras poli-insaturadas. No entanto, um estudo que analisou o conteúdo de ácidos graxos dessas algas descobriu que chlorella contém mais ácidos graxos ômega-3, enquanto é a spirulina que contém níveis mais altos de ômega-6.

Saúde do coração

Estudos demonstraram que tomar spirulina ou chlorella têm potencial para melhorar a saúde do coração, afetando a composição dos lipídios do sangue e os níveis de pressão arterial.

Em um estudo controlado de 4 semanas, 63 participantes que receberam 5 gramas de chlorella diariamente mostraram uma redução de 10% nos triglicerídeos totais, em comparação com um grupo de placebo.

Além disso, esses participantes também tiveram redução de 11% no colesterol LDL (ruim) e aumento de 4% no colesterol HDL (bom).

Em outro estudo, pessoas com pressão alta que tomaram suplementos de chlorella diariamente por 12 semanas tiveram pressão arterial significativamente mais baixas, em comparação com o grupo de placebo.

Da mesma forma que a chlorella, a spirulina é capaz de beneficiar seu perfil de colesterol e pressão arterial.

Um estudo de 3 meses em 52 pessoas com colesterol alto descobriu que tomar 1 grama de spirulina por dia reduziu os triglicerídeos em cerca de 16% e o colesterol LDL (ruim) cerca de 10%.

Em outro estudo, 36 participantes com pressão alta obtiveram uma redução de 6–8% nos níveis de pressão arterial depois de tomar 4,5 gramas de spirulina por dia durante 6 semanas.

Algas ricas em antioxidantes

Além de seus altos níveis de gordura poli-insaturada, tanto a chlorella quanto a spirulina são ricas em antioxidantes .

Estes são compostos que interagem e neutralizam os radicais livres em seu corpo para prevenir danos às células e tecidos.

Em um estudo, 52 fumantes foram suplementadas com 6,3 gramas de chlorella ou placebo por 6 semanas. Os participantes que receberam o suplemento experimentaram um aumento de 44% nos níveis de vitamina C no sangue e um aumento de 16% da vitamina E. Ambas as vitaminas têm propriedades antioxidantes.

Em outro estudo, 30 pessoas com doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) consumiram 1 ou 2 gramas de spirulina diariamente por 60 dias.

Os participantes obtiveram um aumento de até 20% nos níveis sanguíneos da enzima antioxidante superóxido dismutase e um aumento de até 29% nos níveis de vitamina C.  Os níveis sanguíneos de um importante marcador de estresse oxidativo também diminui em até 36%. 

Ricas em proteína

Civilizações tão antigas quanto os astecas usaram algas, como spirulina e chlorella, como alimento. Devido ao seu alto teor de proteína , a NASA tem usado a spirulina como suplemento dietético para seus astronautas durante missões espaciais.

Atualmente, os cientistas estão investigando a chlorella como uma fonte alimentar nutritiva e potencialmente rica em proteínas para missões mais longas no espaço.

A proteína encontrada na spirulina e na chlorella contém todos os aminoácidos essenciais e seu corpo a absorve facilmente.

Embora chlorella e spirulina contenham grandes quantidades de proteína, estudos indicam que algumas cepas de spirulina podem conter até 10% mais proteína do que chlorella

Controle do açúcar no sangue

Numerosos estudos demonstraram que tanto a chlorella quanto a spirulina podem ajudar no controle do açúcar no sangue.

Não se sabe exatamente como isso funciona, mas vários estudos indicaram que a spirulina pode ajudar a aumentar a sensibilidade à insulina em animais e humanos.

A sensibilidade à insulina é uma medida do quão bem suas células respondem ao hormônio insulina, que leva a glicose (açúcar no sangue) do sangue para dentro das células, onde pode ser usada como energia.

Além disso, vários estudos em humanos descobriram que tomar suplementos de chlorella pode aumentar o controle da quantidade de açúcar no sangue e a sensibilidade à insulina. Esses efeitos podem ser particularmente benéficos para aqueles com diabetes ou resistência à insulina.

Qual é mais saudável?

Ambas as formas de algas contêm grandes quantidades de nutrientes. No entanto, a chlorella é mais rica em ácidos graxos ômega-3, vitamina A , riboflavina, ferro, magnésio e zinco.

Embora a taxa de proteína presente na spirulina seja ligeiramente mais elevada, alguns estudos sugerem que os níveis de proteína presentes na chlorella é comparável.

Os altos níveis de gorduras poli-insaturadas, antioxidantes e outras vitaminas presentes na chlorella fornecem uma ligeira vantagem nutricional sobre a espirulina.

No entanto, ambas oferecem seus próprios benefícios exclusivos. Uma não é necessariamente melhor do que a outra.

Igual a qualquer suplemento, antes do consumo, principalmente em altas doses é necessário consultar um especialista. 

Isso é particularmente importante porque essas algas podem interagir com certos medicamentos, como anticoagulantes. Vale acrescentar que a spirulina e a chlorella podem ter efeitos colaterais para pessoas com certas doenças autoimunes, e por conta disso não são recomendadas.

Em casos de dúvidas a respeito de dosagens e composição, procure um nutricionista ou especialista. 

 

 

Redação: Lívia Garcia - Nutricionista
Revisão e otimizado por MAG Comunicação

 

Referências 

Caporgno MP, Mathys A. Trends in Microalgae Incorporation Into Innovative Food Products With Potential Health Benefits. Front Nutr. 2018 Jul 31;5:58. doi: 10.3389/fnut.2018.00058. PMID: 30109233; PMCID: PMC6080594.

Fabian CJ, Kimler BF, Hursting SD. Omega-3 fatty acids for breast cancer prevention and survivorship. Breast Cancer Res. 2015 May 4;17(1):62. doi: 10.1186/s13058-015-0571-6. PMID: 25936773; PMCID: PMC4418048.

Saini RK, Keum YS. Omega-3 and omega-6 polyunsaturated fatty acids: Dietary sources, metabolism, and significance - A review. Life Sci. 2018 Jun 15;203:255-267. doi: 10.1016/j.lfs.2018.04.049. Epub 2018 Apr 30. PMID: 29715470.

Panahi Y, Darvishi B, Jowzi N, Beiraghdar F, Sahebkar A. Chlorella vulgaris: A Multifunctional Dietary Supplement with Diverse Medicinal Properties. Curr Pharm Des. 2016;22(2):164-73. doi: 10.2174/1381612822666151112145226. PMID: 26561078.

Lee SH, Kang HJ, Lee HJ, Kang MH, Park YK. Six-week supplementation with Chlorella has favorable impact on antioxidant status in Korean male smokers. Nutrition. 2010 Feb;26(2):175-83. doi: 10.1016/j.nut.2009.03.010. Epub 2009 Aug 5. PMID: 19660910.

Ismail M, Hossain MF, Tanu AR, Shekhar HU. Effect of spirulina intervention on oxidative stress, antioxidant status, and lipid profile in chronic obstructive pulmonary disease patients. Biomed Res Int. 2015;2015:486120. doi: 10.1155/2015/486120. Epub 2015 Jan 22. PMID: 25685791; PMCID: PMC4320919.

Wilson DW, Nash P, Buttar HS, Griffiths K, Singh R, De Meester F, Horiuchi R, Takahashi T. The Role of Food Antioxidants, Benefits of Functional Foods, and Influence of Feeding Habits on the Health of the Older Person: An Overview. Antioxidants (Basel). 2017 Oct 28;6(4):81. doi: 10.3390/antiox6040081. PMID: 29143759; PMCID: PMC5745491.

Barkia I, Saari N, Manning SR. Microalgae for High-Value Products Towards Human Health and Nutrition. Mar Drugs. 2019;17(5):304. Published 2019 May 24. doi:10.3390/md17050304

Bleakley S, Hayes M. Algal Proteins: Extraction, Application, and Challenges Concerning Production. Foods. 2017;6(5):33. Published 2017 Apr 26. doi:10.3390/foods6050033

Saei AA, Omidi AA, Barzegari A. Screening and genetic manipulation of green organisms for establishment of biological life support systems in space. Bioengineered. 2013;4(2):65-71. doi:10.4161/bioe.22286

Kose A, Ozen MO, Elibol M, Oncel SS. Investigation of in vitro digestibility of dietary microalga Chlorella vulgaris and cyanobacterium Spirulina platensis as a nutritional supplement. 3 Biotech. 2017;7(3):170. doi:10.1007/s13205-017-0832-4

Ebrahimi-Mameghani M, Sadeghi Z, Abbasalizad Farhangi M, Vaghef-Mehrabany E, Aliashrafi S. Glucose homeostasis, insulin resistance and inflammatory biomarkers in patients with non-alcoholic fatty liver disease: Beneficial effects of supplementation with microalgae Chlorella vulgaris: A double-blind placebo-controlled randomized clinical trial. Clin Nutr. 2017 Aug;36(4):1001-1006. doi: 10.1016/j.clnu.2016.07.004. Epub 2016 Jul 19. PMID: 27475283.

Ebrahimi-Mameghani M, Aliashrafi S, Javadzadeh Y, AsghariJafarabadi M. The Effect of Chlorella vulgaris Supplementation on Liver En-zymes, Serum Glucose and Lipid Profile in Patients with Non-Alcoholic Fatty Liver Disease. Health Promot Perspect. 2014;4(1):107-115. Published 2014 Jul 12. doi:10.5681/hpp.2014.014

Mazokopakis EE, Starakis IK, Papadomanolaki MG, Mavroeidi NG, Ganotakis ES. The hypolipidaemic effects of Spirulina (Arthrospira platensis) supplementation in a Cretan population: a prospective study. J Sci Food Agric. 2014 Feb;94(3):432-7. doi: 10.1002/jsfa.6261. Epub 2013 Jul 10. PMID: 23754631.

Ryu NH, Lim Y, Park JE, et al. Impact of daily Chlorella consumption on serum lipid and carotenoid profiles in mildly hypercholesterolemic adults: a double-blinded, randomized, placebo-controlled study. Nutr J. 2014;13:57. Published 2014 Jun 11. doi:10.1186/1475-2891-13-57

Jensen GS, Drapeau C, Lenninger M, Benson KF. Clinical Safety of a High Dose of Phycocyanin-Enriched Aqueous Extract from Arthrospira (Spirulina) platensis: Results from a Randomized, Double-Blind, Placebo-Controlled Study with a Focus on Anticoagulant Activity and Platelet Activation. J Med Food. 2016 Jul;19(7):645-53. doi: 10.1089/jmf.2015.0143. Epub 2016 Jun 30. PMID: 27362442; PMCID: PMC4948198.